• Subprocuradoria-Geral de Planejamento Institucional

Prata da Casa 2019

Em sua nona edição, o concurso, que busca estimular e reconhecer ações que contribuam para o aprimoramento dos serviços prestados à sociedade e para a modernização da atuação institucional, integra as comemorações do Dia Nacional do Ministério Público. Foram 55 iniciativas inscritas em três categorias: atuação extrajudicial; atuação judicial; e atuação nas unidades de apoio e assessoramento dos órgãos da Administração Superior.

Regulamento Prata da Casa - Edição 2019

Clique aqui para visualizar a relação de projetos inscritos no concurso Prata da Casa 2019.

Confira abaixo os projetos vencedores:

CATEGORIA: Atuação extrajudicial

1º lugar 

Projeto: Qualificação da rede de proteção dos direitos da criança e do adolescente para implementação e realização da escuta especializada. Confira o projeto.

Autoria: Márcia Felizardo Rocha de Pauli, promotora de Justiça; Gabriella Mariano Munhoz Zeneratti, assistente social; e Renan Andrade Campos, assessor, de Paranavaí. 

2º lugar 

Projeto: Promotoria de Justiça nas Comunidades: atendimento ao público descentralizado com foco em grupos vulneráveis na Comarca de Campina da Lagoa. Saiba mais sobre o projeto.

Autoria: Thimotie Aragon Heemann, promotor de Justiça de Campina da Lagoa

3º lugar (houve empate técnico)

Projeto: Transporte para TODOS! Conheça o projeto.

Autoria: Rafael Pereira, promotor substituto de Antonina

Projeto: Humanização das políticas públicas voltadas ao acolhimento de imigrantes. Leia mais sobre o projeto.

Autoria: Teilor Santana da Silva, promotor substituto de Corbélia

 

CATEGORIA: Atuação judicial

1º lugar

Projeto: Programa Residência Cidadã. Confira o projeto.

Autoria: David Kerber de Aguiar, promotor de Justiça de Araucária. 

2º lugar

Projeto: Grupo de Orientação e Sensibilização aos Autores da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de Cianorte. Saiba mais.

Autoria: Elaine Lopo Rodrigues, promotora de Justiça; Sergio Roberto Martins, promotor de Justiça; e Adriéli Volpato Craveiro, assistente social, de Cianorte. 

3º lugar

Projeto: Projeto Renascer. Conheça mais do projeto.

Autoria: Danielle Garcez da Silva, promotora de Justiça; Bianca Rezende, assistente; Consuelo Szczerepa Lopes, assistente social, de Ponta Grossa. 

CATEGORIA: Atuação nas unidades de apoio e assessoramento dos órgãos da administração

1º lugar

Projeto: MP no Rádio e MP Responde.Saiba mais sobre o projeto.

Autoria: Patrícia Ribas dos Santos e Tomás Eon Barreiros, analistas de comunicação da Assessoria de Comunicação. 

2º lugar

Projeto: Projeto MP Inclusivo: ILPIs Fiscalizadas. Conheça o projeto.

Autoria: Rosana Beraldi Bevervanço, procuradora de Justiça; Melissa Cachoni Rodrigues, promotora de Justiça, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa dos Direitos do Idoso e da Pessoa com Deficiência. 

3º lugar

Projeto: Viabilização de inspeção para detecção de problemas construtivos recorrentes em mais de 3.000 unidades habitacionais no Município de Londrina. Leia mais sobre o projeto.

Autoria: Miguel Jorge Sogaiar, promotor de Justiça; Joelson Luis Pereira, promotor de Justiça; Fernanda Maria Galli Wutrich, assessora; Marina Zortéa Adriano Luna, engenheira civil; Pedro Henrique Nonato da Luz Lago Teixeira, estagiário de Engenharia Civil; Marco Antonio da Rocha, assistente social; Vanessa Manganaro de Araujo Almeron, assessora; e Fabio Henrique dos Santos, auditor, de Londrina

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem